A História do BIG MUFF ( USA Vintage ) – Parte 1

A História do pedal Big Muff começa lá no início dos anos 60 com Mike Matthews, um estudante universitário de engenharia elétrica da Universidade de Cornell em Nova York que tinha uma grande paixão, o Rock!

Matthews era tecladista em uma banda de rock da época e também trabalhava no meio musical como promoter de algumas bandas, dentre elas: The Byrds, os Isley Brothers, Spoonful Lovin ,The Mamas and the Papas, The Rascals e Chuck Berry. Bom tecladista que era, Matthews foi intimado pela Isley Brothers para abandonar os estudos e se juntar a eles em sua turnê,  mas Mike ” iluminadamente” escolheu prosseguir com seus estudos.

Um artista que Matthews promovia na época era um tal de Jimmy James, um guitarrista que começara a enturmar com Curtis Knight & the Squires . Ele acabou se tornando amigo de Jimmy, que mais tarde mudaria seu nome para Jimi Hendrix.

Matthews conta  que Jimi queria formar uma banda com ele na época e que
influênciou na decisão de Hendrix deixar o Squires para começar a cantar.
Matthews  se formou em 1965, o ano que Keith Richards conectou a sua guitarra em um Gibson Maestro Fuzz e gravou com os  Rolling Stones o Hit ( I Can’t Get No ) Satisfaction.

Matthews estava com problemas para conciliar a sua paixão pela música
ao seu trabalho de vendedor na IBM, e ainda ter estábilidade financeira
para constituir sua família, pois acabará de se casar.

Ele precisava estudar um meio de ganhar dinheiro e se dedicar a sua paixão!

Os primeiros tons de fuzz vieram  em 1962 com a banda The Ventures
no som 2000 Pound Bee, usando um pedal de fuzz feito à mão.
O primeiro pedal de fuzz da história a ser produzido em linha foi de Gibson
com o modelo  Maestro Fuzz Tone (FZ-1). Em 1964  Dave Davies dos Kinks popularizou o fuzz no Reino Unido com o hit You Really Got Me.Ainda no Reino Unido, Gary Hurst tinha projetado o pedal Tone Bender
( Mark I )  isto no ano de 1965 para competir com o Maestro Gibson,
baseado no circuito do Maestro com algumas mudanças e foi destaque
com os  Beatles no álbum Rubber Soul .

O Tone bender foi produzido pela Sola Sound em Londres que mais tarde fez
uma versão Mark II para a Vox, e ainda outra versão para o chamado
Marshall Supa Fuzz.
A Vox também teve uma outra versão do Tone Bender feitos na Itália.
Nesta época éra FUZZ explodindo pra tudo que é lado e todos queriam
experimentar as novidades sonoras efervescentes da época !

A Árbiter Electronics Ltd. criou o Fuzz Face no qual Jimi Hendrix
era garoto-propaganda , porém mesmo com grande aceitação no mercado
o pedal que mais se vendia era o modelo Foxey Lady que Guild criou
efeito ” Signature ” que vemos muito hoje em dia !

Nos Estado Unidos , Mosrite tinha criado o Rito FUZZ em 1966, e Guild pediu a Mosrite para fazer uma versão para ele que ganhou o nome de Foxey Lady , óbvio para se agarrar na fama de Jimi Hendrix, que estava arrebentando com seu Fuzz face da Arbiter e é por isto que o Foxey Lady  foi o  primeiro pedal Signature que se tem notícia na história !

Outros usuários do fuzz face foram Eric Clapton, Jeff Beck,
Pete Townshend e Jimmy Page.

Em 1967  Mike Matthews já se destacava com seus projetos de pedais
e conseguiu a sua grande chance assinando contrato para fazer uma
nova versão do fuzz de Guild, o sucesso de vendas ” Foxey Lady “.
Eles foram muito bem sucedidos, com os conhecimentos de Mike e a logística de Guild
foi criado um pedal realmente diferencial , desbancando o próprio pedal do Mosrite.

A parceria Mike / Guild durou pouco e cada um acabou seguindo para seu lado
Matthews continuou produzindo como handmade até que em 1968 fundou sua própria empresa em  Nova York,  a  Electro-Harmonix (EHX), e começou a fazer seu pedal Foxey Lady copiando de si mesmo sob o nome de Axis fuzztone.

Era o mesmo pedal, apenas com diferentes gráficos e botões , este pedal
se tornaria o primeiro Big Muff da história.

O nome de “Axis” foi inspirado por Jimi Hendrix, tirado do álbum Axis: Bold As Love .

Hendrix teria usado o pedal  e até gravado no álbum ” Axis ” .
Hendrix tinha seu próprio técnico técnico de guitarra, o teletoso Roger Mayer
ele que criou seu Uni-vibe e octavia e selecionava seus fuzz faces.

Roger chegava a comprar mais de 20 unidades e testa-las para extrair o melhor
pedal, por mais que eram pedais de linha, a finos ouvidos existia diferenciações!

———————————————————————————–
Abaixo a primeira e rara  edição de 1969 / 1970 do V1 Big Muffs com chave liga / desliga embutida no pot de volume, com a palavra OFF à esquerda do botão de volume e a palavra FUZZ abaixo do botão direito, que depois mudou de tom. Foram  construídos na placa  com transistores 2n5133 . Pots de 1966 e os botões de baquelite foram idênticos aos do Axis fuzztone .Se você tem um pedal destes, com essas referências, você é feliz !
.
.
Está primeira edição foi muito modificada onde era muito difícil encontrar um exatamente igual ao outro. Tanto em termos de estética quanto a seus componentes básicos, mas a sonoridade era parecida graças a seus componentes primordiais como seus transistores 2n5133.
Abaixo ainda na Primeira edição do Big Muff porém com placa de circuito impresso.
.
.
Eis que entra a segunda edição doV1 Big Muff que começou a ter
grande aceitação entre os músicos em 1970. O primeiro usuário
mais conhecido a usar o Big Muff foi Carlos Santana.
Abaixo podemos ver as fotos desta versão que Santana comprou em 71
e a cópia da nota fiscal e cheque ambos datados de 1971.
Uma curiosidade,  passaram-se 40 anos e o preço continua o mesmo.
.02º edição do BIG MUFF ultilizada por Carlos Santana.


.

CONTINUA ….

2 respostas em “A História do BIG MUFF ( USA Vintage ) – Parte 1

    • Valeu pelo toque amigo, eu estava editando o post e deixei no
      rascunho sem querer, como grande parte da matéria é uma tradução eu deixei meio desorganizado. agora está bem claro e
      na semana que vem eu posto a 2º parte

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s