Fontes para pedais : Tudo que você precisa saber sobre elas

O primeiro passo para comprar uma fonte é saber qual a capacidade de corrente que você vai precisar para ter uma cadeia de pedais livre de ruídos. Uma fonte de capacidade de 500Ma que alimenta pedais que consomem 600Ma com certeza vai gerar chiados.

Escolha uma fonte estabilizada 

Equipamentos como pedais exigem um suprimento de força com alta qualidade,  filtragem e estabilização de voltagem  para evitar os indesejados ruídos. Melhor ainda se vierem com proteção contra curto-circuito.

 Escolha os cabos de ligação P4 tipo “L” 

Eles são mais simples de organizar e vao durar mais, acredite !



Não escolha as fontes tipo ” faz tudo “.

Nunca use este tipo de fonte em seus pedais.

Elas possuem uma chave do tipo deslizante que seleciona várias tensões de saída.
Esta da foto por exemplo, vem com 1,5 , 3 , 4,5 , 6 , 7,5 , 9 e 12 volts.

Um dos problemas é que a voltagem real na saída nunca , ou pelo menos eu nunca vi uma que realmente forneça o indicado no painel.  É comum medirmos 12 volts por exemplo quando ela está selecionada para 9 volts. Isto se deve ao fato da maioria delas serem importadas, e para 110 volts. O fornecimento no Brasil varia de 110 , 115 , 127 volts…

Em uma rede de 127 volts por exemplo, temos 15 % a mais de tensão na rede ,
do que 110 volts. Então se somarmos 15 % em cima de 9 volts, teremos 10,3 volts.
Esta diferença é pequena, e não causa problema em pedais. Mas a baixa qualidade
da fonte é tanta que os desvios são muito grandes … chegando a fritar pedais mais
sensíveis, como o GT2 SansAmp e seus bons genéricos. Isto porque o chip usado neste pedal, TLC2262 , não suporta mais do que 15 volts, sendo os primeiros a “irem para o saco”…

Fontes estabilizadas de qualidade tem uma característica muito útil. Caso ligada em
rede de 220 volts, sem mudar a chavinha seletora para 220, mesmo assim não
enviam ao pedal mais do que os 9 volts, preservando o mesmo. Ela vai queimar, ou com sorte queimar só o fusível se ela tiver um, mas nãoqueimará o pedal.

Já as fontes não estabilizadas vão enviar o dobro da voltagem na saída do que o normal. Se ela normalmente é de 9 volts, ela vai enviar neste caso 18 volts, e é quase que certo
que o pedal vai queimar antes da fonte… , e isto sem consideram que elas normalmente
enviam mais do que os 9 volts prometidos…uma fonte que forneça 12 volts quando
ligada na rede de 110, vai soltar no pedal 24 volts se ligada em 220
( se esquecermos de chaveá-la antes para 220 )…resultado : cheiro de queimado e fim do show….

Já com uma fonte estabilizada, caso ela queime, ainda existe a saída de termos bateria dentro do pedal.

Há ainda outro perigo neste tipo de fonte multi-uso da foto: a chave inversora de polaridade. Se ligada ao contrário pode provocar a queima do pedal, caso ele não possua
proteção interna para inversão de polaridade.

Existem pedais que usam um diodo ligado invertido internamente para a proteção,
mas este tipo de fonte causa a destruição deste diodo, parando o funcionamento do pedal. 
Pedais com diodo de proteção em série não tem este problema.

Como se não bastasse, elas não possuem estabilização de voltagem, o que invariavelmente ocasiona roncos no som. Quem nunca usou uma boa fonte estabilizada costuma crer que fontes não prestam para uso em pedal devido ao ruído… o que não ocorre com fontes de qualidade.

Há ainda fontes comuns, sem as chaves seletoras de polaridade e de voltagem,
que também podem causar problemas. Estas não são estabilizadas, e também
ocasionam os mesmos problemas.

Use sempre fontes de 9 ou 9,6 volts estabilizadas, corrente contínua ( DC ),
a não ser quando especificado ao contrário pelo fabricante do pedal.

Resumindo : USE SOMENTE FONTES ESTABILIZADAS PARA SEUS PEDAIS.


NÃO USE FONTES MULTI-USO COMO ESTA DA FOTO , E NEM FONTES PARA PEDALEIRAS.


LEMBRE-SE: FONTES PARA PEDALEIRAS SÃO PARA PEDALEIRAS, E NÃO PARA PEDAIS !!!


MUITO CUIDADO E VIDA LONGA PARA SEUS PEDAIS.

Baseado nos ensinamentos de  :  http://www.hobbertt.com.br

————————————————————————————————————–

Vamos então ao primeiro passo:   O dimensionamento de corrente

Vamos supor que você tem um set de pedais igual ao citado acima, então  a capacidade de fornecimento de corrente dos pedais é de  240 mA.
O ideal é ter uma fonte estabilizada com no mínimo o dobro do que é exigido pelos pedais
com essa folga você vai garantir uma vida útil maior , evitar ruídos e sua fonte  não ira trabalhar sobrecarregada e não aquecerá. A fonte ideal no caso acima é uma fonte estabilizada de 500 mA.

A tabela acima informa realmente a corrente dos respectivos pedais, verifique no manual
de seu pedal a corrente em mA respectiva para o dimensionamento.

O segundo passo é escolher o fabricante que melhor vai atender as suas exigências !

Eu particulamente conheço as fontes da EFX, VICTORIA, LANDSCAPE e VISUAL SOUND. Eu uso no meu set principal a da Visual Sound e da Victoria Amps e a da EFX em board secundário.

Abaixo algumas fontes pare indicação:

FUHRMANN – FT800 Power Supply

R$ 185,00
 www.fuhrmann.com.br

EFX – Power Supply

R$ 185,00
http://www.efxpedais.com/powersupply.html

Victoria Amplifier 

R$ 104,90

http://victoriamplifier.com.br/produtos.html

HOBBERTT   HP15

R$ 200,00

http://www.hobbertt.com.br/power_supplies.htm

Visual Sound 1SPOT

R$ 145,00

Dunlop – DC Brick

Voodoo Lab  Pedal power


——————————————————————————————-

O blog recomenda também baterias de 9v de carbono, que não são alcalinas porém
tem uma durabilidade menor que elas, o que difere aqui e torna está nossa sugestão
é que quando as beterias de carbono atingem um pouco menos de 9 v, dão uma
sonoridade melhor ao pedal.

Ideal para Wahs, Fuzzes e drives.

E para quem gosta de timbres mais vintage, pois nos anos 60 e 70 não existiam
alimentação com temos hoje com fontes, e sim as baterias ! 

Se não for está abaixo indicada, escolha uma que não tenha mercúrio  ou outros
metais pesados.

faça um teste e conta aqui como foi !

OBS ( A bateria da foto é ideal e custa 05 dinheiros ).

6 respostas em “Fontes para pedais : Tudo que você precisa saber sobre elas

  1. execelente, eu uso uma landscape ps5 e a Dc brick da dunlop – para: Wah vox, delay BBe two timer, afinador boss TU-12, chorus CE-2, SD-1 da boss com mod JRC4554D, e super octave oc-3.
    e ta de boa. recomendo, dinheiro bem gasto

    • Não posso afirmar aqui que é recomendado porque existem alguns fabricantes de pedais
      que não tem uma determinada” preparação” para o usso de fonte e bateria ao mesmo tempo.

      A idéia sua “imagino eu ” é ter um set de pedais atuando mesmo se sua fonte der overdose, correto?

      Para fazer este uso, saiba que terá que confirmar com o fabricante se está tudo ok !
      E que ao terminar de tocar, deverá desplugar o pedal com bateria para ela não acabar tão rápido
      se não me engano, mesmo com tudo desligado, um pedal com bateria plugado rende 70% de sua capacidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s