A Trajetória de pedais do Jimi Hendrix

Foi lá em meados de 1966 , quando a banda The Jimi Hendrix Experience iniciava seus shows como power trio que começaram as primeiras aparições de Jimi Hendrix com seus pedais. Segundo o músico Mike Bloomfield , Hendrix começou usando duas unidades do Maestro Fuzztone, ambos com alterações de seu técnico para ficarem irregulares e atingirem a sonoridade que ele queria. Mas durou muito pouco tempo, pois naquele mesmo ano houve um ”Boom” na fabricação de pedais de Fuzz.

Foi então que, o  Fuzz Face da Arbiter apareceu para ser seu Fuzz preferido
de Hendrix, como seu próprio Roadie, Eric Barrett,  afirmava quando perguntado do assunto. O pedal Fuzz Face se tornou emblemático na carreira de Jimi Hendrix.
Eric dizia que em cada show desta turnê eram levados certa de 10 pedais de
cada, pois Hendrix era meio selvagem no acionamento de seus pedais, principalmente com seu wah wah da Vox, onde ele jogava todo seu peso no acionamento causando sérios danos aos pedais.

Ouça o Fuzz Face na música Love or Confusion

Em 1967, Jimi Hendrix conheceu Roger Mayer um cara que  trabalhava na Marinha Britânica estudando aperfeiçoamentos em vibração acústica para submarinos.
Mayer provavelmente perderia o emprego se as autoridades da época soubessem da amizade que acabara de se formar ali, mas a amizade foi maior e Mayer acabou virando técnico e parceiro de Hendrix , eles desenvolveram o pedal Fuzz Octavia e na sequência o Uni-vibe com controlador de expressão.

Roger Mayer &The Jimi Hendrix Experience  -  Arizona 1968
       Roger Mayer        Mitch Mitchell             Jimi Hendrix           Noel Redding.

Na época, Hendrix era meio que garoto propaganda do Fuzz Face e ajudou a popularizar o efeito, mas era Mayer que selecionava os pedais nas lojas visto que cada um vinha com um componente específico e muitas vezes com algumas imperfeições.

[ É comum hoje em dia, pedais que são fabricados em série , virem com imperfeições ou com os componentes diferenciados. Este detalhe faz grande parte dos músicos escolherem pedais feitos a mão].

No mesmo ano,  Hendrix por indicações do ilustre guitarrista Frank Zappa, começou a usar o pedal de wah-wah da Vox, fabricado inicialmente pela Jennings Musical Industries Ltd. na Inglaterra.

Jimi Hendrix sabia como ninguém explorar seus pedais de efeitos e estava literalmente experimentando algo diferente. Existem várias sonoridades no decorrer de seus discos e shows ao vivo, muitos fabricantes de fuzzes da época juravam de pé junto que em suas gravações Hendrix teria usará alguns de seus pedais, pois era comum presentear ícones como Hendrix com protótipos de pedais.Mas o fato era que Jimi Hendrix tinha um arsenal de pedais em estúdio e adorava um mistério. Certa vez, um protótipo do Big Muff fora visto pelo dono da Electro-Harmonix, Mike Matthews, em seu estúdio Electric Lady,  em Nova York no ano de 1970. Mike lançou o Big Muff após a morte de Hendrix, mas quando ele criou o protótipo do big Muff, em 1967/1968 com o nome de Foxey Lady , presenteou Hendrix com duas unidades. Quem assinou o pedal foi a Guild, pois Mike não tinha sua própria empresa na época. Quando perguntado sobre o pedal ter sido usado na gravação do álbum Band of Gypsys de 1970, Mike demonstrava não ter muitas dúvidas de que naquele álbum, seu pedal teria sido usado.Muitos afirmam também que o álbum “Axis: Bold as Love” foi gravado com um pedal “AXIS“, agora já assinado pela Electro-Harmonix , empresa de Mike e, que na verdade era o mesmo Foxey Lady, mas com Mike Matthews totalmente independente assumindo a empresa que hoje é referência no mundo todo, a EHX.

Repentinamente, outro pedal de Wah apareceu no set de Hendrix em agosto de 1968, exatamente em algumas apresentações em  Davenport, Los Angeles. O pedal Maestro Boomerang Wah foi visto substituindo o pedal da Vox. VEJA

 

Logo foram aparecendo outras versões do pedal da Vox, que  nesta época estava em transição. Assunto para um post específico sobre Wah !

  

Assista Hendrix usando Vox Clyde McCoy Wah-Wah em Woodstock 1969.

Assista ao show completo de Gypsy Sun and Rainbows no Woodstock clicando aqui

Um efeito bem bacana que Jimi usou mas não era exatamente um pedal, foi o que hoje é conhecido como reverse delay. Na época, o  efeito era conseguido voltando a fita de gravação da guitarra fazendo o som inverso daguitarra, ou seja, só nas gravações rolava e não nos palcos. Graças aos avanços de delays com longos atrasos podemos ter varias opções no mercado de reverse delay .

Um exemplo atual é Jonh frusciante que usou seu DL-4 da Line 6 para fazer o solo da
balada “Give it away” do álbum Blood sugar sex magic.

Veja Hendrix usando o efeito na introdução de ”Are you experienced


Se você gosta bastante das sonoridades Hendrixianas e deseja comprar um pedal atual, segue uma lista com handmades nacionais que fabricam pedais inspirados em Hendrix.

1.  MG MUSIC – Fuzzyland  VEJA MAIS
2.  EFX – Bold as Fuzz  VEJA MAIS
3. MG MUSIC – Monovibe VEJA MAIS
4.  MG MUSIC – Stax Rocks Wah ( Fuzz opcional ). VEJA MAIS
5.  PLAN 9 – Octofuzz SI  VEJA MAIS
6.  PLAN 9 – Plan Vibe VEJA MAIS

   

Na opinião do blog, o vídeo abaixo relata a apresentação ao vivo mais pirante de Hendrix.

2 respostas em “A Trajetória de pedais do Jimi Hendrix

  1. Como foi citado acima, o muitos delays já tem a opição reverse. Mas no caso de Give it Away no album Blood Sugar Sex Magik, Frusciante não usa o DL-4 não…aquilo foi feito como antigamente, aliás em 1991 seu eu não me engano não existia o DL-4 ainda…porém, o John Frusciante usa sim o DL-4 e seu reverse em outras músicas de sua carreira solo e em sua trajetória na banda dos Chili Peppers.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s